Archive for Dezembro, 2009

Escândalos da Fé (parte 1)

Dezembro 17, 2009


Escândalos da Fé

Na verdade os listados aqui é que meteram o pobre homem no meio. Nada de Igreja Universal ou Bispa Sônia. Os vídeos, são obrinhas de arte. Outra, a competição entre quem agulhou a escrotidão mais fundo não é a intenção. Não é um ranking é uma lista.

Jimmy Swaggart, ganhou visibilidade com o boom televangélico dos anos 80. Pastor americano, a sede da sua igreja ( mundial ) fica em Battom Rouge, Louisiana. Ficou famoso pela velha pregação de valores morais atrasados, já manjados. Celibato e defesa de valores familiares da idade da pedra eram a base do discurso dele, pedindo morte de adúlteros e gays. Até que, em 1986 é acusado de ser amante da mulher de outro pastor, Marvin Gorman. O que depois viria a se confirmar como verdade.

Pois, agora vem a parte genial ou absurda, ou os dois. Gorman contratou um detetive particular ( ! ) para seguir Swaggart durante todo ano de 1987. O detetive descobriu coisas. O mesmo homem que pregava celibato e morte a adúlteros mantinha agora, um caso com uma prostituta e o detetive conseguiu fotografar tudo. Em posse das fotos, Norman tentou chantagear Swaggart que não cedeu, até o dia 21 de fevereiro de 1988. Nesse dia aos prantos ( rídiculos ), pede ” desculpas, por ter pecado ”, em frente a sua igreja lotada de fiéis incrédulos. Norman foi a público com as fotos da prostituta, não cabia mais nenhuma negativa. Esse episódio deu bolinha picando pro Ozzy, que foi chamado de ” incentivador do suicídio juvenil ” no começo dos anos 80 pelo pastor. O vídeo de Miracle Man debocha Swaggart, assim como Frank Zappa fez uma música sobre o assunto. Em 1991, voltou pras páginas policiais, foi flagrado e preso com uma prostituta dentro de seu carro. Swaggart quase faliu de 88 até a metade dos anos 90, mas hoje com 73 anos deu a volta, segue podre de rico, com a igreja financeiramente próspera e igualzinho. Ah, sim, esse Jimmy Swaggart é o mesmo que habitava os finais de semana da TV Bandeirantes no finzinho dos anos 80 e lotou Maracanã e Morumbi quando esteve no Brasil.

Fonte: http://sergiohrds.wordpress.com/category/eua/


Jim Bakker e Tammy Faye

Jim Bakker e Tammy Faye – Prá se ter uma idéia de quem são estes dois, você pode compara-los ao casal da Renascer, só que, com alguns milhões a mais na conta bancária.
Em 1989, Jim Bakker, presidente de um influente programa na PTL Television – uma TV pentecostal – foi preso por ter defraudado os seus seguidores em 158 milhões de dólares. Em 1994, ele foi libertado, após o pagamento de cinco dos quarenta e cinco anos a que fora sentenciado. Seu julgamento trouxe a público o seu luxuoso estilo de vida, o qual incluía seis imóveis residenciais de luxo e até uma casa de cachorro com ar condicionado. Os promotores acusaram Bakker de desviar, para uso próprio, 3,7 milhões de dólares dos fundos coletados para o seu “ministério”. Bakker também cometeu adultério com a secretária da igreja, Jéssica Hahn, e precisou lhe pagar mais de 250 mil dólares, a fim de liquidar o assunto. A esposa de Bakker, Tammy Faye, ex-anfitriã do PTL Club, divorciou-se dele, enquanto ele estava na prisão, e casou-se com Roe Messner, um velho amigo da família, cuja companhia havia ajudado a construir o recanto turístico PTL´s Heritage USA.
Hoje, Tammy Faye tem um ministério favorável aos homossexuais. Ela aparece em eventos nacionais das paradas do “orgulho gay”, inclusive numa contestação semelhante, em Washington, DC., quando se apresentou “rodeada de homens efeminados e maquilados” (Charisma News, Novembro 2002). Em Janeiro de 2000, Bakker disse no Larry King Show: ”Cada pessoa que morreu no holocausto (judeu) está no céu”. Bakker defendeu esta doutrina herética numa carta ao editor, a qual apareceu na revista Charisma, em Junho daquele ano.

Fontes:
http://blogdomartinholutero.blogspot.com/2009/09/jim-bakker-e-tammy-faye.html
Site: http://www.cpr.org.br/

Carta de Cristo a Igreja Brasileira

Dezembro 8, 2009

Carta de Cristo a Igreja Brasileira

Por Hermes Fernandes

“Aos anjos da igreja do Brasil escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, dos quais tu não podes te esconder.[1]

Conheço as tuas obras; tens nome de que vives, mas estás morto. Te gabas de ser protagonista de um grande avivamento, mas não sabes que estás moribundo. Teu avivamento artificial e sensacionalista não me comove, nem tampouco produz transformação na sociedade onde estás inserido.[2]

Conheço as tuas obras, as tuas estratégias, o teu marketing, e mesmo que te aches quente, na verdade não és frio nem quente. Quem dera fosses frio ou quente! Tua mornidão e apatia já me causam náuseas. Estou a ponto de te vomitar.[3]

Tu te achas rico, por causa de tuas suntuosas catedrais, como se Eu me impressionasse com sua exuberância; te esqueceste que Eu não habito em templos feitos por mãos? [4]

Tu dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta. Mas não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu.[5]

Tua riqueza é fruto de extorsão, de manobras políticas, de sacrifícios dos mais pobres, que caem em suas teias por desconhecerem a minha Palavra. Esqueceste que não quero sacrifícios, e sim misericórdia?[6]

Começaste bem, mas te corrompeste. Deixaste de ser igreja, para ser empresa. Deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te de onde caíste! Arrepende-te, e pratica as primeiras obras. Se não te arrependeres, brevemente virei a ti, e removerei do seu lugar o teu candeeiro, tirarei o teu alvará, e passarás a trabalhar na escuridão e na clandestinidade espiritual.[7]

Tenho contra ti que toleras o espírito do consumismo, e ainda o estimulas com suas correntes de prosperidade. Tenho lhe dado tempo para que te arrependas, mas tu não queres te arrepender.[8]

Tu não te pareces comigo, mas com o mundo. As mãos que tu tens estendido ao Pai em louvor, não têm sido estendidas ao próximo em Amor. Em vez de buscar me conhecer mais, tu preferes conhecer as profundezas de Satanás,[9] ignorando que Eu mesmo o despojei através de minha Cruz. Mas tendes no Brasil algumas pessoas que não contaminaram as suas vestes, nem a sua consciência.[10]

Estas não se venderam aos modismos doutrinários, mas permanecem fiéis, retendo o que receberam. A estas digo: Guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. [11]

Sei que habitas no meio a idolatria, superstições, feitiçarias, contudo, reténs o meu nome, e não negaste a minha fé[12].

O que tendes, retende-o até que eu venha. Ao que vencer, e guardar até o fim as minhas obras, eu lhe darei autoridade sobre as nações, e com Cetro de ferro as regerá, quebrando-as como são quebrados os vasos de oleiro; assim como também recebi autoridade de meu Pai.[13]

Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz à igreja brasileira. [14]