Archive for Janeiro, 2015

O perigo da apostasia e das heresias nos últimos dias (parte 2) – Doutrinas de Balaão e Mamon

Janeiro 9, 2015

espirito de mamon

  Mas estes, como criaturas irracionais, por natureza feitas para serem  presas e mortas, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, recebendo a paga da sua injustiça; pois que tais homens têm prazer em deleites à luz do dia; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em suas dissimulações, quando se banqueteiam convosco; tendo os olhos cheios de adultério e insaciáveis no pecar; engodando as almas inconstantes, tendo um coração exercitado na ganância, filhos de maldição;os quais, deixando o caminho direito, desviaram-se, tendo seguido o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça.  (2 Pedro 2:12-15) .

 
Tenho, todavia, contra ti algumas coisas, pois que tens aí os que sustentam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel para comerem coisas sacrificadas aos ídolos e praticarem a prostituição.(Ap 2:12)

Outro grande perigo da apostasia e da heresias dos últimos dias é a doutrina de Balaão.  Essa doutrina se baseia na ganância levando os seus adeptos a se prostituirem diante de Deus.

Como muitos sabem  Balaão era um homem que abençoava, mas também amaldiçoava.  Balaão começou pregando a verdade, mas no final se corrompeu devido ao que lhe fora oferecido(riquezas), conseguindo uma mensagem que agradasse ao rei Balaque (Números 22).

Os filhos de Balaão são aqueles que comercializam a palavra de Deus e quem em razão disso se vê no direito de abençoar a amaldiçoar.

Essa doutrina sustentada pela ganância e poder(Judas 11). Ela cega o entendimento de muitos incentivando a “sacrificarem” em nome de Deus, mas na verdade é em nome de Mamom que estão sacrificando. Para quem não sabe Mamon era o termo de origem aramaica que significava dinheiro e riquezas.  Jesus disse que ninguém poderia servir a dois senhores, Deus ou Mamon(Lc 16:13). 

Como sabemos que estamos servindo a Deus ou Mamon ?

Quando servimos a Deus entendemos que Ele é o abençoador. Sabemos que estamos servindo a Mamon quando nossa motivação está focada nas bençãos e não no Abençoador.  Aquele que busca a Deus entende que Ele é galardoador daqueles que o Buscam (Hb11:6).

Sendo assim não é necessário que façamos algo específico para ter mais e mais .

As bênçãos de Deus te seguirão! Não é você que corre atrás das bênçãos, elas é que correm atrás de você!” Quando ouvimos e obedecemos ela nos seguem. Como está escrito:

E será que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do Senhor teu Deus (Deut. 28:1-3).

Buscai em Primeiro Lugar o REINO DE DEUS E A SUA JUSTIÇA e TODAS AS COISAS vos serão acrescentadas.(Mateus 6:33).

Jesus mesmo disse para não nos preocupar com os cuidados e inquietações desta vida (Mateus 6:25)

Quando buscamos satisfazer nossas luxúrias, manias e pecados através de vãs sacrifícios. Estamos servindo a Mamon quando fazemos de tudo para alcançar as riquezas, mesmo que para isso seja preciso mentir, difamar desonestamente alguém, uma comunidade ou mesmo uma igreja.

A doutrina de Mamon é exclusivista, pois a Igreja que partilha desse ensino se acha única escolhida por Deus
Também é uma doutrina que suscita a rivalidade,facção e dissensão, pois se intitula como “a que abençoa mais “,
a que faz isso(cura) e aquilo (batiza com E. Santo) . Enfim, o crédito está na Igreja que se vangloria nisso e não no Senhor que é de fato o que Abençoa.

Aquele que serve Mamon “ama as riquezas” e o “poder”, ou seja, é avarento e busca “apenas satisfazer” ao seus desejos, como Pedro disse: “um coração exercitado na ganância”.

Temos visto também no meio evangélico o crescimento de muitas igrejas cujos líderes que seguem a “doutrina de nicolaítas”, conforme o que diz o livro de Apocalipse (Ap 2:12-16).

A palavra nicolaíta significa aqueles que “domina os leigos” ou “governa o povo”. É uma doutrina baseada no domínio, no controle e que exerce poder de manipulação sobre os membrados. É uma doutrina que começou na era apostólica, teve grandes influência no pensamento católico romano e que possui uma roupagem nova e atraente nas igrejas neo-pentecostais que pregam a prosperidade. Outra característica marcante além do domínio é a torpe ganância por posições e riquezas. No sistema da doutrina nicolaíta o ter substitui o “ser”.  Existe uma briga pelo poder eclesiástico disfarçada em falsa humildade fazendo com que haja dissensões e rivalidades internas. Nesse tipo de doutrina existe uma nítida e enorme diferenciação entre o clero, ou seja, a classe ministerial e as demais pessoas. Nessa doutrina se ressalta muito a questão do “título” do “homem de Deus” cuja nomenclatura pode variar entre as diversas existentes.(Ex:Papa, Apóstolo,Bispo e etc)..

O surgimento de uma geração carnal e descrente – Além de tudo que já foi mencionado, o Espírito Santo usa o apóstolo Pedro para ressaltar que nos últimos dias surgiriam escarnecedores zombando e seguindo suas próprias paixões.(2 Pe 3:3-4).

Hoje, em dia, temos visto muitos grupos se levantando contra o cristianismo e contra a palavra de Deus como num todo. Um certo ativista gay chamou a Bíblia recentemente de mito e texto alegórico, chamando todos aqueles que leêm a Bíblia de palhaços. Chamam os pastores ou líderes cristãos de “curandeiros” e “charlatões”.  Se não bastasse isso, a artilharia também sobra com menos intensidade aos líderes católicos.

Pedro fala nesta carta de “escarnecedores zombando e seguindo” suas própria paixões e é isso que temos visto de certos grupos radicais homossexuais. Os mesmos que defendem o homossexualismo defendem a pedofilia e outras práticas pecaminosas. Tem-se perdido a noção do pecado e do temor a Deus. Antigamente, nem todas as pessoas eram crentes e mesmo diante de uma religiosidade aparente havia um temor a Deus.
Hoje,  vemos a degradação do ser humano em todos os sentidos.  A tendência infelizmente é que a cada dia a palavra de Deus seja considerada antiquada e que muitas pessoas venham a se corromper a cada dia mais.

Mas graças ao Senhor que o Senhor nos deu “discernimento” para distinguir entre o santo e o profano. Como diz o profeta Ezequiel: 

A meu povo ensinarão a distinguir entre o santo e o profano, e o farão discernir entre o imundo e o limpo” (Ez 44.23)

Que possamos ser como Ezequiel que diz que nunca sentou na assembléia dos zombadores: 

Nunca me assentei na assembléia dos zombadores, nem me regozijei; por causa da tua mão me assentei solitário; pois me encheste de indignação.
Jeremias 15:17

Amados, a vinda do Senhor está próxima. A palavra diz que o Senhor preservará os fiéis e piedosos, mas aos injustos não os poupará. 

Diz a palavra do Senhor:

Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar os injustos para o dia do juízo, para serem castigados;
Mas principalmente aqueles que segundo a carne andam em concupiscências de imundícia, e desprezam as autoridadesatrevidos, obstinados, não receando blasfemar das dignidades;Enquanto os anjos, sendo maiores em força e poder, não pronunciam contra eles juízo blasfemo diante do Senhor.
Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,
2 Pedro 2:9-12

Muitos debocharão da palavra de Deus dizendo que Jesus não virá, mas assim
diz as Escrituras?

Eles dirão: “O que houve com a promessa da sua vinda? Desde que os antepassados morreram, tudo continua como desde o princípio da criação”. Mas eles deliberadamente se esquecem de que há muito tempo, pela palavra de Deus, existem céus e terra, esta formada da água e pela água. E pela água o mundo daquele tempo foi submerso e destruído. Pela mesma palavra os céus e a terra que agora existem estão reservados para o fogo, guardados para o dia do juízo e para a destruição dos ímpios.  (2 Pedro 3:3-7)

Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo;
E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, a oitava pessoa, o pregoeiro da justiça, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios;
E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente;(2 Pedro 2:4-6)

Palavra Final:

Quem é injusto, seja injusto ainda; e quem é sujo, seja sujo ainda; e quem é justo, seja justificado ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.
E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra.(Ap 22:11-12)

<

Anúncios